A região da Serra da Canastra nos surpreende em cada detalhe. Já falamos por aqui sobre o Paraíso Perdido e também sobre Furnas, que fica bem próximo de lá. Hoje vamos contar um pouco sobre um outro paraíso por ali, conhecido por Canteiros.

Leia também:

A aproximadamente 25 quilômetros do centro da cidade de São João Batista do Glória, está localizada a Pousada Canteiros. Além da opção de hospedagem, você pode optar por um day use para conhecer as belezas do local, como nós fizemos.



Com R$ 40,00* por pessoa, você terá a oportunidade de conhecer 04 belas cachoeiras além de desfrutar de um almoço com comida mineira e sobremesa, ambos à vontade e deliciosos.

*valor referente a janeiro de 2018

Vale dizer que toda a trilha para chegar até a Pousada já é um passeio maravilhoso – que aconselhamos fazer de 4x4. No trajeto paramos na parte de cima da Cachoeira do Barulho, que é de fácil acesso bem próxima à estrada. Ficamos pouco tempo, apenas para admirar a vista do horizonte e já valeu muito a pena.

À esquerda a cachoeira do barulho e à direita a vista maravilhosa de lá!

Também fizemos uma caminhada por ali perto, para explorar um pouco mais da região. Uma das vantagens de estar na Serra da Canastra é que qualquer direção que você for e olhar, é linda!

Chegamos por volta das 10:30 em Canteiros. Visitamos duas cachoeiras mais distantes, porém com acesso até bem próximo de carro.

A primeira e mais distante foi a Gruta do Lobo Guará. Cercada por verde – talvez por isso receba gruta no nome – a água é cristalina e não mais gelada que as demais, apesar de ter mais sombra.

Cachoeira Gruta do Lobo Guará

Na sequência fomos até a cachoeira Paraíso dos Pássaros, onde aproveitamos um pouco mais do poço para relaxar (é a cachoeira da primeira foto da matéria!).


Retornamos aproximadamente 13:00 para a Pousada, horário em que o almoço está servido. Depois de saborear aquela comida caseira com doces da roça, descansamos alguns minutos em uma de suas redes para nos preparar para as próximas trilhas.

Na parte da tarde passamos pela Capivara e Oratório. Como o tempo havia fechado, não aproveitamos para banho, apenas para conhecer.

O nosso dia terminou com a tentativa de irmos até à cachoeira Quilombo, muito famosa na região, e cerca de 20 km de distância de onde estávamos. Para chegar até à cachoeira é necessário atravessar um pequeno rio (vindo dela mesma!).

Como havia chovido muito nos dias anteriores, a correnteza estava forte e achamos melhor não arriscar. Colocamos abaixo uma foto retirada da internet (créditos na foto) e esperamos voltar para completar o nosso passeio!