A Serra do Cipó é um pólo turístico muito forte em Minas Gerais, atraindo turistas do mundo inteiro para a região. Além de ser cortado pela Estrada Real a Serra possui belezas naturais incríveis e hoje vamos falar do Poço do Soberbo, que está localizado no distrito de Lapinha da Serra.

Mas antes vamos contextualizar a Serra do Cipó, para vocês ficarem por dentro da região!

 

Serra do Cipó

A Serra do Cipó, localizada em Minas Gerais, é uma formação geológica que engloba diversos municípios e faz parte da província geológica da Serra do Espinhaço.

Sua principal característica são as formações de rochas arenosas que são consequências de depósitos marinhos que superam a marca de 1,7 bilhão de anos.

Para a fauna e flora brasileira, a Serra do Cipó é extremamente importante, já que é o divisor natural das águas da bacia hidrográfica, com isso possui um ecossistema muito diverso.

O lugar é marcado pela presença de uma rica história, pois possui diversos campos rupestres(ecossistemas localizados a mais de 900 de altitude) e sítios arqueológicos. Para preservar a região, foi criado o Parque Nacional da Serra do Cipó.

 

Porém, o texto de hoje não é sobre a Serra do Cipó no geral e sim sobre o Poço do Soberbo, o maior de toda a região.



 

Poço do Soberbo

O Poço possui 18 metros de profundidade e para chegar até o local você passa por belas paisagens, cachoeira e quedas d’água.

É considerado um dos lugares mais belos para se tirar foto, confira imagens feitas pelo nosso parceiro Frederico Castro:

 

Para chegar até o local é necessário muito preparo, já que a caminhada é exigente. A recomendação é começar a trilha bem cedo e de carro, pelo menos a primeira parte. Para começar a trilha recomendamos o caminho que liga a Cachoeira do Bicame, onde você vai conseguir ir de carro e deixa-lo em segurança, já que o mesmo tem estacionamento.

Outra dica para a trilha até o Poço do Soberbo é ir acompanhado com um guia, pois o caminho é labiríntico, com isso você pode facilmente se perder.

O lugar é repleto de história, e como estamos em Minas Gerais, todas elas estão ligadas a mineração. Nesse caso, o minério é o diamante que foi explorado por pouco tempo já que os garimpeiros ficaram na região por pouco tempo.

Há diversos relatos do que levou os garimpeiros a saírem correndo, porém nenhuma história é oficial. No entanto os fatos estão lá com máquinas, motores e instalações que ficaram para trás e agora servem como ponto turístico.

 

IMPORTANTE!

  • Para conhecer o Poço do Soberbo, é necessária uma autorização de entrada que deverá ser adquirida no receptivo turístico no povoado de Lapinha da Serra, pois a área tem acesso controlado de pessoas e exige a adoção de práticas de preservação ambiental para a proteção da natureza e do atrativo turístico. Lá, será necessário assinar um termo de responsabilidade de risco de visitação, visto que o local fica em uma propriedade privada e a trilha é de difícil acesso e em local remoto.
  • Por isso, reforçamos também que o passeio não deve ser realizado sem um guia que conheça a região. Na Lapinha da Serra há uma associação de guias turísticos, para facilitar a visitação dos diversos atrativos naturais e culturais da região.
  • As taxas cobradas variam para quem irá fazer a caminhada e retornar e para quem pretende pernoitar. Confira os valores no receptivo turístico da Lapinha da Serra.