Acampar é uma prática que envolve o extremo contato com a natureza, algumas pessoas até preferem o camping do que ficar em um hotel.

Outra forma de acampar é em algumas filas de shows, onde as pessoas acampam para conseguir pegar um lugar privilegiado e mais perto do seu artista preferido.

Pensando nisso, vamos dar dicas de como escolher a barraca e como se portar em situações de camping e alguns modelos.

 

1 – Escolha a barraca ideal

Saiba quantas pessoas vão usufruir  da barraca e o clima predominante do local onde vão acampar.

Existem barracas que suportam vários climas, porém há algumas que são feitas especificamente para o calor e outras para o frio.

Além disso, a questão de montagem e desmontagem. Há situações onde esse processo precisa ser feito com mais rapidez, por isso, opte por uma barraca prática para montar.

 

2 – Peso

É importante averiguar o peso da barraca e onde você vai transportá-la. Por exemplo, se você fazer um trekking que dura alguns dias, onde você vai precisar carregar a barraca, opte por um equipamento mais leve e que cabe na sua mochila.

Agora se o local de camping, não exige que você carregue nada nas costas, o peso da barraca é indiferente, podendo ser leve ou pesada. O que vai variar é o local de camping, clima e quantidade de pessoas.

 

3 – Material

Existem barracas feitas dos mais diversos materiais e nas mais diversas configurações, por isso escolher uma barraca é algo complexo, pois exige um estudo em cima das inúmeras opções.

Para o calor, opte por uma barraca feita com um material que permite a ventilação e transpiração.

Para o frio/chuva, escolha uma barraca impermeável e com as costuras seladas, assim você evita ter que dormir no frio todo ensopado de água.

 

Dentro desses itens, existem os tipos de barraca, onde as mais comuns são as barracas iglus.

 

Iglu Simples

Resultado de imagem para iglu simples barraca

Modelo mais básico das barracas, porém a variação de tamanho pode tornar essa barraca um lugar muito confortável.

Não é um modelo recomendado para se usar em locais com chuvas, pois não possuem boa impermeabilização.

 

Iglu com avanço fechado

Resultado de imagem para iglu com avanço fechado

Essa configuração das barracas iglus proporcionam ao campista uma maior segurança.

Em alguns casos, dependendo do tamanho, os avanços podem se tornar heróis nos dias de chuva, pois a proteção dada por eles, evita com que o interior fique molhado.

 

Iglu com quartos

Resultado de imagem para iglu com quartos barraca

A evolução das barracas estruturais, as barracas iglus com quartos são faceis de montar e são leves, facilitando o transporte.

São as mais recomendadas quando o camping será feito com a família ou casais que buscam privacidade. Nas barracas iglus com quartos, há a possibilidade de ficar em pé, facilitando a organização e proporcionando conforto.

Existem ainda os modelos mais antigos como a estrutural e a canadense.

 

Estrutural

Resultado de imagem para barraca estrutural

Muito comum entre os campistas nas décadas de 80 e 90. Era usada para família que queriam conforto e bastante espaço durante o camping.

Além dos quartos, há espaço para improvisar uma cozinha ou uma sala. O ponto negativo dessa barraca é o peso, que pode chegar até 25 kg.

Outra característica dessa barraca é o processo de montagem e desmontagem que é muito trabalhoso, ou seja, exigia tempo e paciência do campista.

Com a evolução, essas barracas foram ficando obsoletas, com isso foram facilmente substituídas pelas barracas iglus.

 

Canadense

Resultado de imagem para barraca canadense

Material resistente, armação de aço e formato triangular são as principais características dessa barraca.
São ideais para aqueles campistas que precisam carregar a barraca nas costas, porém, igual a estrutural, as barracas canadenses foram ficando ultrapassadas e foram sendo substituídas por modelos mais atuais e mais leves.
Agora que você já tem as dicas e os modelos, não tem mais desculpa para acampar.
Está na dúvida sobre onde acampar? Fizemos um post recente de lugares de camping no estado de Minas Gerais.