No dia 25 de janeiro, a cidade de Brumadinho, conhecida pelo seu turismo voltado para o museu do Inhotim, passou por uma catástrofe, já que a barragem Córrego do Feijão, da mineradora Vale, se rompeu e 12 milhões de metros cúbicos de lama devastaram a cidade, florestas, rios e vidas.

Após mais de 4 meses, mais de 200 pessoas morreram e dezenas ainda estão desaparecidas, sem contar aquelas que tiveram suas casas destruídas e vão ter que recomeçar do zero.

A cidade de Brumadinho, após o acidente, sofreu com a queda do turismo, já que por falta de informações corretas, os turistas acham que ainda há risco em visitar a região.

Esse risco, segundo as autoridades é zero, já que a lama que se direcionava ao principal ponto turístico, o Inhotim, ficou contida no rio Paraopeba, com isso, as visitas para o museu e para a cidade são seguras.

 

Turismo em Brumadinho

Após o rompimento, diversos hotéis e o museu ficaram fechados, por questões de seguranças, porém, mesmo após a reabertura o impacto do desastre é evidente.

O turismo na cidade caiu cerca de 80% e alguns hotéis ficaram dois meses sem hóspedes, tudo por conta do medo dos impactos pós rompimento e, claro da insegurança.

Porém, uma nova campanha chamada ”Abrace Brumadinho”, foi criada para tentar dar uma luz de esperança para a cidade.

 

Abrace Brumadinho

A campanha lançada pela Associação de Turismo de Brumadinho(ATBR) tem como principal objetivo resgatar o turismo local.

Segundo o presidente da ATBR, em entrevista para o portal O Tempo, a cidade está esperando  todos de braços abertos:

Queremos reforçar, com esta iniciativa, que a região está de pé e esperando ansiosamente para receber a todos

Vale ressaltar que Brumadinho é duas vezes maior que BH e, além do museu, é o berço de diversos parques ecológicos e trilhas, com fauna e flora exuberante

 

Para concluir, vale ficar atento em tudo que vemos na internet, há lugares que possuem sim barragem, mas que são seguros de visitar, então faça uma pesquisa, apure melhor os fatos, garantimos que você, após ler essa matéria, vai querer voltar para Brumadinho o mais rápido possível!

Você já visitou a região após o desastre? Conta como se sentiu e mostre para todo mundo que o lugar está sim seguro.