Acampar é uma atividade outdoor muito comum, é possível acampar em diversos lugares desde cidade até nas matas mais inexploradas.

Claro que dependendo do local e dos seus equipamentos, a sua experiência com o camping pode variar bastante.

O estudante de música, Rafael Paulino Leite, de 22 anos, preferiu investir em equipamentos e acampar de frente para o mar.

Recentemente ele foi para ilha de Superagui, localizada no Norte do Paraná. Não foi a primeira vez que o Rafael acampou, então ele falou para a gente o que levou ele a começar com essa atividade outdoor e os locais onde já acampou:

Acampei duas vezes no Parque Nacional do Caparaó(MG/ES) e em alguns lugares da região sul de Minas Gerais. São múltiplos os fatores que me levaram a acampar. Dormir por alguns dias sem um teto acima de nós, isto é, a céu aberto, é uma experiência que considero importante para todas as pessoas.

Estando bem preparado e possuindo bons equipamentos, acampar se torna uma atividade prazerosa e rica(no sentido de crescimento humano). Quando estamos em uma barraca podemos permanecer por um longo período em locais inacessíveis a outros modos de acomodação.

Estar imerso na natureza – sozinho ou com poucas companhias – é uma vivência que tento praticar cada vez mais. Além dessas questões, o fato econômico também é outro aspecto atrativo para se acampar, a diária de um camping é muita mas em conta que a de uma pousada.

 

E antes de falarmos da experiência mais recente que o Rafael teve com o camping, vamos conhecer um pouco da ilha Superagui.

 

Superagui

Localizada a mais ou menos 145 km de Curitiba, a ilha de superagui reserva paisagens espetaculares para os turistas.

Por ser uma ilha pouco explorada, a fauna e a flora são exuberantes e dominantes na região. Além disso, a praia deserta de 38 km é um atrativo a mais para os turistas.

Para aqueles que gostam de avistar espécies exóticas de animais, ou ter um contato mais próximo com a fauna, a região possibilita o contato com duas espécies bem raras, que é o caso do Papagaio de Cara Roxa e Golfinhos.

Resultado de imagem para papagaio de cara roxa

Graças a essas peculiaridades, a ilha Superagui é considerada Patrimônio Natural da Humanidade.

 

Após conhecermos mais sobre o local, vamos entender o que levou o estudante de música, Rafael, acampar na Ilha de Superagui:

Sempre fico pesquisando os Parques e diversos outros lugares no Brasil que oferecem um turismo alternativo, isto é, menos invasivo e maléfico aos nativos. Acredito que quando estamos chegando em outro lugar, ou seja, em outra cultura, não podemos simplesmente nos apropriarmos do lugar e tirarmos a privacidade do outro.

Quando eu pesquisei e li sobre a Superagui percebi que se tratava de um lugar ainda com pouca estrutura para o turismo e de uma beleza natural de impressionar. Superagui é um povoado de aproximadamente 1000 habitantes e em sua maioria estes são pescadores.

Resultado de imagem para superagui

Eu e mais um amigo ficamos acampados por 6 noites em um quintal de uma família de pescadores e pagamos 15 reais a diária do camping. A ilha de Superagui possui 40km de praia deserta e uma rica diversidade de fauna e flora.

 

Sempre antes de uma viagem é bom se preparar para evitar imprevistos, mas Rafael encarnou a síndrome de Wanderlust e foi simplesmente às cegas para a ilha de Superagui:

Fomos sem nenhuma previsão de onde acampar e o que fazer durante a viagem. Chegamos a ilha e fomos andando pelo vilarejo até encontrarmos um local agradável e com um bom preço. O quintal onde ficamos acampados era de frente para o mar.

 

Rafael falou também um pouco dos equipamentos e da importância de ter investido em itens mais profissionais. No entanto, essa parte mais técnica será abordada no Blog NEREA.