Crie o Impossível 2019

Crie o impossível 2019 foi um daqueles eventos que quem foi, nunca vai esquecer. 10 mil alunos de escola públicas de Belo Horizonte e região metropolitana lotaram arquibancada norte do Estádio do Mineirão para ouvir e ver que é possível sim ter um futuro melhor. 

Sobre o evento:

O Crie tem como objetivo despertar sonhos e abrir perspectivas para os jovens estudantes do ensino médio de escolas públicas de Belo Horizonte.

Para isso uma equipe de empreendedores, sonhadores e realizadores que por meio de suas histórias mostram que é possível empreender sua própria história e cria o (im)possível.

Quem palestrou:

Ludmila Ximenes,  Gerente de Relações Institucionais do Mineirão,

Renê Silva, Empreendedor do Complexo do Alemão; 

Leo Farah, Capitão do Corpo de Bombeiros; 

Kdu dos Anjos, Fundador do centro cultural “Lá da Favelinha”; 

Dandara Elias, Fundadora do “Todo Black é Power”; 

Wagner Espeschit, Médico Cirurgião e Empreendedor; e 

Guilherme Menezes, Co-fundador do Embaixadores da Educação.

Farah, capitão do Corpo de Bombeiros de Minas Gerais fala um pouco da parceria da NEREA com ele e com o Crie o Impossível 

“Esse ano realizamos a segunda edição do crie o impossível, que é o maior evento de impacto social  para escolas públicas de empreendedorismo do Brasil. Mais uma vez pudemos contar com a equipe Nerea para montar a famosa tirolesa e uma rota de rapel.

O rapel foi uma ideia para chegar de forma impactante, fazendo uma demonstração para o alunos e a tirolesa é algo fantástico por ser uma atividade que os próprios estudantes têm que vencer muitas vezes  o medo de altura e se arriscar, se jogar e se divertir.

Contamos muito com as pessoas que realmente estão lá para doar um pouco do seu tempo, para doar um pouco da experiência do que sabem fazer de melhor. No caso da Nerea os esportes de aventura.

Isto faz a diferença na vida de cada um desses alunos de escola pública. Muitos deles jamais poderiam vivenciar essa experiência. Isso ajuda a cumprir nosso objetivo de impactar a vida desses jovens que um dia farão a mudança no nosso mundo ” 

Tirolesa e Rapel Nerea no Mineirão

A Nerea foi responsável novamente pela montagem e operação da tirolesa de 120 metros de comprimento que saia da arquibancada e terminava dentro do campo

E esse ano a Nerea teve privilégio de montar a rota de rapel para o Farah chegar para fazer a sua excelente palestra!  O rapel iniciou na cobertura do Mineirão e terminou na arquibancada. Uma chegada triunfal e única deixando todos ainda mais impressionados com a grandeza do evento.  

O rapel no Mineirão, teve aproximadamente 50 metros de altura. Todas as questões de segurança foram tomadas. Um exemplo são os EPI’s utilizados, Capacete, luva de rapel, cadeirinha de rapel, mosquetão e freio oito de rapel, todos certificados e em bom estado de conservação.

Os mesmos cuidados são tomados na montagem e operação da tirolesa, que mais uma vez foi um sucesso.

É o que sempre dizemos: Tirolesa no Mineirão não é para loucos, é para poucos! Mas não foram tão poucos assim. Ao todo, quase 100 descidas de tirolesa garantiram muita adrenalina para os alunos que participaram.

Trabalhamos com oito monitores treinados e capacitados pela Nerea. Pensando ainda na total segurança de todos, utilizamos equipamentos de qualidade e certificados.

Veja mais depoimentos de quem planejou e de quem participou desse dia tão especial

Vamos começar por um grande pelo João Guilherme, Diretor da Faculdade Arnaldo, uma grande apoiadora do evento.

“A participação da Nerea no Evento Crie o impossível é única. Torna possível proporcionar uma experiência diferente e com muita segurança. Contar com uma equipe que realmente entende do assunto, leva para o evento algo diferente, mas ao mesmo tempo uma situação com total controle.

 O Crie O Impossível é um evento voltado para alunos do ensino médio da rede pública de BH e algumas cidades da região metropolitana. Tem por objetivo mostrar para esses alunos que o futuro deles também está na mão deles, não podem ficar só esperando algo sem realmente tentar fazer algo por si próprio.

O evento leva palestrantes que dão TED’s, que são palestras curtas, de pessoas que tem uma experiência profissional de sucesso, e que vieram que de uma condição socioeconômica também um pouco mais baixa. Apresenta histórias de pessoas comuns que sobrepuseram na vida pela sua vontade própria, por empreendedorismo, por acreditar nos seus sonhos.

A Faculdade Arnaldo acredita muito no projeto porque acreditamos que somente através da educação de qualidade aliada a força de vontade dos alunos que está recebendo essa educação é que vamos conseguir mudar o mundo. 

https://www.faculdadearnaldo.com.br/




O coordenador da tirolesa Nerea também contou um pouquinho da sensação de fazer parte desse projeto desde sua primeira edição:

“Para nós da Nerea participar pela segunda vez do Crie o Impossível é muito importante, vimos o projeto nascer e acreditamos muito nele. Acreditamos que podemos sim criar o (im)possível e mostrar para esses jovens que existe várias possibilidades boas em seu futuro.

A tirolesa é uma atividade inclusiva, nesse ano tivemos pessoas com deficiência se divertindo com a tirolesa.  Um deles, que não possui o sentido da visão, teve o prazer de sentir o vento em seu rosto e o frio em sua barriga.

O Palestrante da Faculdade Arnaldo, Walisson, atleta e um Ironman, chegou de tirolesa para sua palestra.

Assim como ele superou mais esse desafio, várias pessoas que tinham medo também superaram e amaram. São momentos únicos para os praticantes e para nós também, que venha 2020″ 

Por fim, vamos ver também o que dois monitores da Nerea, que operaram a tirolesa durante o evento, disseram sobre o evento:

“O Crie o impossível é incrível. Fazer parte da equipe Nerea nesse momento, que se mostrou unida, organizada e eficiente foi um prazer”, disse Walisson

“A ideia dos organizadores do Crie o Impossível é excelente, trazendo de forma descontraída a pauta da possibilidade de um futuro melhor para adolescentes de baixa renda. A tirolesa foi a uma das maiores atrações na minha visão, e a equipe em geral soube desempenhar um excelente trabalho”, completou Nicolas.

O Crie o Impossível é realizado pela ONG Embaixadores da Educação. Acesse  www.crieoimpossivel.com.br para conhecer mais e ser um apoiador deste projeto inovador e de extrema importância.




Conheça a campanha da Corona para conscientizar sobre a poluição marítima

O meio ambiente está passando por uma crise séria com diversos animais sendo ameaçados de extinção e ecossistemas podendo sumir por conta da poluição. Isso é só a ponta do Iceberg, se fôssemos falar tudo o que realmente está acontecendo, precisaríamos de semanas para montar um texto.

Já é comprovado que se o despejo de lixo nos oceanos continuar crescendo no ritmo que está, em 2050 os especialistas apontam que teremos mais plásticos do que peixes nadando nos sete mares.

Por isso, diversas campanhas com intuito de conscientizar a preservação do meio ambiente são criadas para tentar retardar essa degradação.

A bola da vez está com a campanha feita pela Corona em parceria com a Parley, SOKO, Mutato e Haute.

 

Plastic Doesn’t Belong in Paradise

A campanha foi desenvolvida com o intuito de auxiliar a preservação dos oceanos e as empresas criaram um muro de 15 metros de comprimento e 2 metros de altura para bloquear a entrada de uma praia.

Imagem relacionada

Vale ressaltar que esse muro foi construído com plásticos retirados da própria praia em apenas 3 dias. Juntamente com o muro, uma placa com os dizeres ”Um dia o lixo deixado na praia impedirá que você entre nela” também ajudou a campanha a mexer com as pessoas.

O movimento foi realizado na praia de Ipanema, no Rio de Janeiro, e foi a segunda parada da campanha no Brasil, a primeira foi em Fernando de Noronha.

A campanha também oferece um bate papo sobre a causa, para reforçar a conscientização e mostrando os impactos causados pela poluição marítima.

Até o final da campanha, mais de 20 praias serão limpas e outras várias mobilizações para combater o lixo nos oceanos acontecerão.

 

Para ajudar o meio ambiente, você não precisa fazer muito, basta fazer a sua parte e tentar ao máximo engajar os seus amigos e familiares a entrarem nessa também!

Conheça a campanha ”Abrace Brumadinho”

No dia 25 de janeiro, a cidade de Brumadinho, conhecida pelo seu turismo voltado para o museu do Inhotim, passou por uma catástrofe, já que a barragem Córrego do Feijão, da mineradora Vale, se rompeu e 12 milhões de metros cúbicos de lama devastaram a cidade, florestas, rios e vidas.



Após mais de 4 meses, mais de 200 pessoas morreram e dezenas ainda estão desaparecidas, sem contar aquelas que tiveram suas casas destruídas e vão ter que recomeçar do zero.

A cidade de Brumadinho, após o acidente, sofreu com a queda do turismo, já que por falta de informações corretas, os turistas acham que ainda há risco em visitar a região.

Esse risco, segundo as autoridades é zero, já que a lama que se direcionava ao principal ponto turístico, o Inhotim, ficou contida no rio Paraopeba, com isso, as visitas para o museu e para a cidade são seguras.

 

Turismo em Brumadinho

Após o rompimento, diversos hotéis e o museu ficaram fechados, por questões de seguranças, porém, mesmo após a reabertura o impacto do desastre é evidente.

O turismo na cidade caiu cerca de 80% e alguns hotéis ficaram dois meses sem hóspedes, tudo por conta do medo dos impactos pós rompimento e, claro da insegurança.

Porém, uma nova campanha chamada ”Abrace Brumadinho”, foi criada para tentar dar uma luz de esperança para a cidade.

 

Abrace Brumadinho

A campanha lançada pela Associação de Turismo de Brumadinho(ATBR) tem como principal objetivo resgatar o turismo local.

Segundo o presidente da ATBR, em entrevista para o portal O Tempo, a cidade está esperando  todos de braços abertos:

Queremos reforçar, com esta iniciativa, que a região está de pé e esperando ansiosamente para receber a todos

Vale ressaltar que Brumadinho é duas vezes maior que BH e, além do museu, é o berço de diversos parques ecológicos e trilhas, com fauna e flora exuberante

 

Para concluir, vale ficar atento em tudo que vemos na internet, há lugares que possuem sim barragem, mas que são seguros de visitar, então faça uma pesquisa, apure melhor os fatos, garantimos que você, após ler essa matéria, vai querer voltar para Brumadinho o mais rápido possível!

Você já visitou a região após o desastre? Conta como se sentiu e mostre para todo mundo que o lugar está sim seguro.

Pedro Leopoldo Rodeio Show 2019 terá uma tirolesa Nerea!

Para quem gosta de muita farra e curtição, além de um bom sertanejo, o evento Pedro Leopoldo Rodeio Show é o lugar ideal para a curtição.

Para o show que vai acontecer em dois finais de semana de junho(7, 8, 14 e 15) são esperados mais de 100 mil pessoas.

 

Conheça a cidade de Pedro Leopoldo

Pedro Leopoldo, município que pertence a região metropolitana de Belo Horizonte, possui cerca de 70 mil habitantes.

A cidade está localizada a 46 km de distância da capital Belo Horizonte, ou seja, para quem tem interesse em visita-la a viagem é curta e tranquila.

Segundo pesquisas, a cidade possui os registros de ocupação humana mais antigos da América, com datas de até 12 mil anos atrás.

 

Pedro Leopoldo Rodeio Show

E para deixar a cidade ainda mais atrativa, no mês de junho acontece o Pedro Leopoldo Rodeio Show, um evento que reúne muita música, bebidas das mais diversas e uma variedade grande de entretenimento.

Nesse ano, buscando aumentar o leque de atrações, os organizadores decidiram montar uma tirolesa e chamaram a equipe Nerea de monitores.

Vale reforçar que o evento acontece nos dias 7, 8, 14 e 15 de junho.

 

Conheça a equipe de Monitores Nerea

Equipe composta por profissionais especializados em montagem de atrações como tirolesa, parede de escalada, rapel e circuito de aventura.

Além disso, esse monitores estão em constante treinamento e presentes em cursos, para cada vez mais melhorar o atendimento prestado.

Outro diferencial da equipe é que os equipamentos usados na construção das atrações possuem certificados e são fabricados dentro de rígidas normas de segurança, o que faz com que a atração fique extremamente seguro.

 

Quem aí que gosta de tirolesa vai ao evento? Estão preparados para a nova atração do Rodeio Show?

Rapel na pontinha do Belvedere, bora?

No último sábado, estivemos presentes em mais um rapel na já famosa pelos praticantes, Pontinha do Belvedere.

Acompanhamos uma parte do treinamento de alguns monitores de circuitos de aventura da Nerea e também matamos um pouquinho da saudade que estávamos da altura.

Com aproximadamente 15 metros, o vão dessa ponte que fica bem pertinho do BH Shopping é um ótimo lugar para praticar atividades verticais.

 

Dicas para praticar Rapel com segurança

A primeira coisa que deve ser feita é a conferência de todos os equipamentos que serão utilizados assim como o ponto de ancoragem da via(olha se possui algum desgaste, quina viva ou qualquer anomalia que possa colocar a sua vida em risco).

Esteja sempre acompanhado de pessoas que tenham prática e possam te orientar e ajudar, mesmo que você já tenha experiência!

Nunca faça um rapel esportivo sem uma outra pessoa fazendo a sua segurança. As vezes pode parecer bobagem, principalmente para aqueles que já realizaram diversas descidas. Mas, além de erros acontecerem com qualquer um, você pode se sentir mal ao longo da descida e isso prejudicar o seu desempenho. O objetivo é divertir, então segurança nunca é demais!

Após tudo pronto para a sua descida, não deixe de pedir para alguém conferir se você não deixou passar nada despercebido em seu equipamento, com fivelas abertas. E dê um grito ou faça um sinal que confirme que a pessoa que está fazendo a sua segurança está atenta e ciente que você está descendo.

 

Conheça outros lugares para praticar rapel em Belo Horizonte e região.

Gostou da ideia? Recomendamos um curso para quem é da Grande BH!

5 paisagens surreais presentes em Game of Thrones

Game Of Thrones  está na oitava e última temporada, durante quase 10 anos, a série ficou marcada por faturar dezenas de premiações a cada ano que passa, além das premiações, GOT movimenta uma legião de fãs que ultrapassa os milhares!

Porém, os números não são os únicos propulsores de Game of Thrones, as belas paisagens paisagens usadas como cenário também chamam muita atenção pela sua beleza, levantando até questionamento se o local realmente existe!

Temos boas notícias para você, as paisagens são reais e vamos listar algumas delas aqui!

 

Praia de Itzurun – Espanha

Imagem relacionada

Na série, a praia abriga a sede da casa Targaryen e se chama Pedra do Dragão, fazendo alusão a ligação que os integrantes daquela casa têm com os gigantes voadores.

No mundo real, a praia está localizada na Costa Basca e é famosa pela prática de surfe e stand up.

Além da prática dos esportes aquáticos é possível conhecer 60 milhões de anos de história geológica ou realizar uma longa caminhada pelas trilhas costeiras. Segundo os locais, a praia é abençoada e protegida pelo Ermida de San Telmo, o santo padroeiro dos pescadores.

 

Reynisfjara – Islândia

Resultado de imagem para Reynisfjara

A Muralha, local de atuação da patrulha da noite, onde Jon Snow passou uma parte da série também está presente na nossa lista.

Mais precisamente a fortaleza conhecida como Reynisfjara, está localizada ao leste da Muralha.

Na Islândia, o local é cercado por lendas urbanas. Comum pelas formações rochosas peculiares, os islandeses falam que em cada formação vive um ”troll”, criatura que, segundo os locais, chegou até a região após viajar clandestinamente nos navios vikings.

Por serem feios, eles se escondem nas cavernas e não gostam do contato com os humanos. Na região, você pode subir até o topo do Reynisfjara e contemplar a vista de uma praia negra e do mar ou visitar a caverna Halsanefshellir.

 

Vales de Antrim – Irlanda do Norte

travel

Local marcado pelo treinamento do Robin Arryn, os Vales Antrim são constantemente visitados por montanhistas, já que possui 128 Km de trilhas que passam por vales verdes e por diversos penhascos.

A jornada costuma durar 3 dias e as noites são passadas em pousadas extremamente peculiares. Além disso, a caminhada pelo Vale de Antrim proporciona a visita ao Fair Head, local onde Jon Snow e Daenerys começaram a traçar a sua história.

 

Thingvellir Nationl Park – Islândia

Resultado de imagem para Thingvellir National Park

O local ficou marcado pelo confronto do Cão de Caça contra a Brienne de Tarth e, na vida real, é marcado pela excursão realizada em cima das placas tectônicas da América do Norte e da Eurásia.

Além disso, o Thingvellir National Park é marcado pela presença de diversas quedas d’águas, com isso é possível realizar mergulhos no local, o primeiro ponto para se realizar um mergulho é na divisão continental, onde a água é cristalina.

 

Bardenas Reales – Espanha

Resultado de imagem para Bardenas Reales

Voltando para a Espanha, dessa vez no local conhecido por ser o campo dos Dothrakis, o parque natural de Bardenas Reales possui 104.000 acres e pode ser melhor explorado em cima de uma Mountain Bike.

Além da bicicleta, há a possibilidade de realizar trekking, mas as trilhas são extremamente difíceis, além do clima judiar muito, há descidas e subidas desafiadoras.

 

Essas são algumas paisagens presentes na renomada série Game of Thrones! Diz aí, você assiste essa série? Gostaria de visitar esses lugares?