5 DESTINOS PARA SE VISITAR NO SRI LANKA

Sri Lanka, conhecido antigamente como Ceilão, é um país asiático que inclui uma biodiversidade imensa!





No entanto, por causa de uma guerra civil que durou quase três décadas(1983 a 2009), o país ficou devastado e saiu dos holofotes dos turistas.

Agora, mais de dez anos após o fim da guerra civil, as belezas naturais do país vêm ganhando força, pois a ilha localizada no sul da índia se desenvolveu bastante em relação à infraestrutura.

Consequentemente, o turismo local cresceu e vamos te mostrar cinco motivos para ir até o Sri Lanka:

1 – Orfanato de Elefantes

Para os nativos, o elefante é um animal doméstico e sagrado, por isso lugares para cuidar do animal não faltam no país asiático.

O orfanato localizado em Pinnawala, cuida dos animais e realiza diversos programas de proteção da espécie, tirando os elefantes filhotes órfãos do meio selvagem e dando perspectiva de vida para eles, além de companhia de outros elefantes.

No lugar, os visitantes podem alimentar os filhotes e acompanhá-los no divertido banho no Rio Maha Oya.

Esse passeio é ideal para quem quer ter contato com uma espécie diferente, já que os elefantes são exclusivos da Ásia e África.

2 – Sigiriya Rock

Agora vamos para um contato mais intenso com a natureza, e vamos caminhar até o topo da Sigiriya Rock.

Essa pedra está localizada em um sítio arqueológico protegido pela UNESCO. Esse monte maciço possui 200 metros de altura e, no seu cume, guarda as ruínas da construção do palácio do Rei Kasyap, erguido no século 5.

A exigência da subida não é alta, com isso é bem acessível. Mesmo em ritmo lento, o trajeto não é demorado.

A Sigiriya Rock está localizada ao norte de Dambulla, localizada na região central do país.

3 – Bentota

Agora o destino é infalível, já que vamos para as praias, vamos nos banhar com as águas do oceano índico!

A pequena cidade de Bentota, é considerada a mais estruturada para turismo e possui um visual incrível.

Possui o litoral mais bonito do país, já que possui águas de azul turquesa. Nos hotéis que ficam a beira mar, é possível contemplar o horizonte infinito do oceano.

4 – Negombo

Ainda continuamos em um visual de praia, só que dessa vez vamos para Negombo, velejar até as piscinas naturais.

A praia de Negombo é muito tranqüila e é considerada um ambiente familiar, já que muitos dos nativos vão até ela para curtir o dia com a familiar.

Para chegar até as piscinas naturais, basta contratar um jangadeiro. O passeio costuma durar uma hora para ir e uma hora para voltar, mas vale muito a pena.

5 – Templo do Dente

O principal objetivo ao viajar é de conhecer uma nova cultura e uma nova história, na Ásia, há uma cultura muito diferente do restante do mundo, então visitar templos religiosos ou similares, precisa constar na sua lista de destinos.

O Templo do Dente é um importante templo budista do Sri Lanka, e tem esse nome, pois uma das atrações do local é, justamente, um dente de um Buda.

Esse dente possui um significado simbólico muito importante, já que quem possui esse dente, detém o poder político da região.

Gostaram dos destinos? Há ainda bastante preconceito e medo em cima do Sri Lanka, mas foram 10 anos se reestruturando, vale sim a pena dar uma chance para o país asiático e conhecer suas belas paisagens!

O MAIOR TOBOÁGUA DO MUNDO EM UM PARQUE DE AVENTURA OUTDOOR

O Parque Aquático Escape, na cidade de Teluk Bahang, inaugurou o maior toboágua do mundo que foi certificado pelo Guinness Book.

Localizado na Malásia, o toboágua possui 1141 metros e tem uma peculiaridade, você vai descer atravessando uma floresta densa.



Antes de conhecermos o toboágua, vamos falar do Parque Aquático Escape!

Parque Aquático Escape

O Escape possui dois títulos de melhor parque temático da Malásia, concedidos pelo o Ministério do Turismo do país. Além de três títulos concedidos pelo Trip Advisor, sendo dois deles de melhor parque temático.

Isso já deixa o Escape bastante em evidência, para os turistas. O parque possui diversas piscinas e até atividade de arvorismo.

Os administradores do parque prezam pela segurança, por isso todas as atrações foram construídas seguindo normas rígidas de segurança. A equipe ainda possui um cronograma de manutenção para cada atração.

Além disso, o Escape possui um centro médico local para realizar os primeiros socorros caso aconteça algum acidente.

A política do parque cobra regras para vestimentas. É estritamente proibido entrar nas piscinas sem roupa ideal para o banho, pois os fiapos de roupas podem sujar a água. Ao todo, o parque possui mais de 30 atrações diferentes, todas focadas no meio outdoor.

O maior tobogã do mundo

Vamos começar dizendo que ele superou o tobogã do parque temático Action, localizado em Nova Jersey.

Segundo o CEO do Parque Escape, a intenção nunca foi de quebrar o recorde mundial, mas sim de desenvolver uma atração onde a descida fosse mais duradoura.

Confira um pouco sobre como foi o processo de montagem do toboágua do Escape:

E aí, teria coragem de descer nesse toboágua?

E as demais atrações do Escape, qual mais chamou a sua atenção?

5 DESTINOS CANADENSES FANTÁSTICOS

Canadá é um país que ganha muito destaque pelo fato de falar dois idiomas, o inglês e o francês, pela cordialidade dos canadenses e, lógico, pelas belezas naturais e urbanas que estão espalhadas pelo país.







Por possuir uma das maiores expansões territoriais do mundo, o repertório de destinos é imenso, além de ser um país que pode ser visitado em diversas épocas do ano, pois cada uma possui um contraste e uma beleza única.

Niagara Falls

Conhecida como a fronteira mais bonita do mundo, a Niagara Falls fica localizada na província de Ontário, na região sul do Canadá.

As Cataratas do Niagara possuem três grandes quedas, que são consideradas as maiores da América do Norte, jorrando, por minuto, cerca de 168 mil m³ de água.

Além disso, para quem já desfrutou da beleza das três quedas, o repertório de entretenimento no lugar vai muito além.

Diversos tipos de degustação e atividades para as mais variadas idades. A visita à Niagara Falls pode ser feita a pé, ou através de um barco que vai até a beirada das quedas, proporcionando muita adrenalina.

Cemitério dos Dinossauros

Ganhou esse nome pelo fato do local possuir diversos fósseis de dinossauro, tartaruga, crocodilo e outros vários animais pré-históricos.

Localizado em Alberta, esse cemitério, juntamente com o Parque dos Dinossauros, são tidos como Patrimônio Mundial da UNESCO.

A história do local conta que os animais nativos da região foram dizimados 200 milhões de anos atrás, após uma forte tempestade atingir o local.

Yukon

Yukon é um estado que possui uma vida selvagem bem ativa!

Além de um lago cristalino, é o berço do maior monte do país, o Logan. Para quem gosta de atividades radicais e aventuras outdoor, Yukon é o destino ideal.

Durante o dia, o contraste de densas florestas, montes nevados e águas cristalinas deixa Yukon com um horizonte parecendo uma pintura.

Já à noite, o céu é dominado por fenômenos naturais luminosos, assemelhando-se à Aurora Boreal.

Vancouver

Vancouver é considerado a melhor cidade do mundo para se viver, então, deve ser um ótimo ponto turístico do país norte americano, não é verdade? (risos)

Culinária variada, vida cultural extremamente rica e cidadãos muito receptivos, são as principais características de Vancouver.

Além disso, por ser banhada pelo oceano pacífico, a cidade possui um contraste urbano com o mar que chama atenção e ganha destaque nas fotos turísticas que são tiradas lá.

Parque Nacional Mil Ilhas

Localizado na cidade de Kingston, cerca de 270 km de Toronto, o Parque Nacional Mil Ilhas chama a atenção, pois são 1800 ilhas para se visitar e curtir a imersão com a natureza.

Além de uma beleza natural surreal, o lugar também conta com diversos castelos que proporcionam um belo contraste, fazendo parecer que estamos em um filme da era medieval.  

Gostaram das dicas norte americanas?! Quem aí já visitou o Canadá, o que acharam do país e quais lugares vocês recomendam?

DICA PARA SE PROTEGER DA AÇÃO DOS RAIOS UVS

Quem gosta de praticar atividades no meio outdoor não quer parar de jeito nenhum! Mesmo em dias mais quentes e em dias mais frios, querem continuar desbravando o mundo e colecionando histórias.







Por isso, vamos dar dicas de como se proteger do sol e deixar você mais seguro durante, por exemplo, um hikking em um dia mais ensolarado.

Obs: As dicas para proteção solar valem também para dias frios, lógico que tomando as devidas proporções, pois mesmo que não esteja quente, o efeito dos raios UVs existe!

Qual fator de proteção solar(FPS) usar?

O FPS de um protetor solar ou de camisa dry, é o que vai definir o quão eficiente vai ser a proteção contra os raios UVs.

Então, surge à pergunta ‘’Qual FPS usar?’’ a resposta é bem variada, pois vai depender de fatores como quantidade de melanina e tempo de exposição aos raios UVs.

Mesmo com variações, a recomendação básica é utilizar o FPS 50, que atua evitando a exposição em até 98%.

No entanto, em atividades realizadas entre o período de 10 a 15 horas, o FPS deve ser elevado, pois é nesse horário que os raios UVs são mais fortes, proporcionando um efeito mais nocivo ao corpo.

Obs: Esses dados foram coletados na internet e se referem a pessoas saudáveis, ou seja, se você possui algum problema dermatológico, nossa recomendação é buscar o auxílio de um especialista.

Ele vai sugerir a alternativa mais adequada para o seu caso, te dando mais segurança durante uma prática outdoor.

De quanto em quanto tempo devo passar protetor?

Primeiramente, a aplicação inicial deve ser feita 30 minutos antes da exposição. A quantidade vai variar de acordo com o tempo de exposição e a quantidade de melanina.

Após isso, é recomendado passar a cada 2 horas, para repor a camada de proteção.

Lembrando que se houver transpiração e/ou contato com a água, a proteção perde a eficiência, por isso deve passar outra camada de protetor em um período menor de tempo.

Qual roupa usar?

Bom, qualquer roupa já vai oferecer proteção a exposição solar, porém vale ressaltar que nem todas as proteções são eficientes.

Por isso, opte por roupas térmicas e camisas dry que possuem FPS. A nossa recomendação é a camisa dry da Base Brasil, que pode ser encontrada na Loja Nerea.

Mesmo com roupas, pode ser que haja a necessidade de passar protetor solar. O que vai definir isso são as variáveis já apresentadas como, por exemplo, tempo de exposição.

Não me protegi o suficiente e queimei o que eu faço?

Pode acontecer de mesmo você passando o protetor solar ou usar uma roupa com FPS, sua pele ficar queimada.

Neste caso, é recomendado limpar a região com sabonete, de preferência líquido e que possua efeito calmante, para aliviar a sensação de ardência.

Hidratar a região com creme também é fundamental para auxiliar na recuperação e evitar incômodos.

Para finalizar, vamos ressaltar que vale sim consultar um dermatologista, mesmo que você não tenha nenhum problema aparente de pele e sim, há a necessidade de se proteger mesmo em dias nublados e/ou frios.

Agora, nada mais pode te parar! Aproveita para praticar esporte outdoor mesmo em dias com mais exposições!