O nomadismo originalmente era a forma de vida dos primeiros povos na Terra. Com a descoberta da agricultura, por volta de 10 mil anos atrás, a prática foi abandonada, uma vez que a agricultura possibilitou a fixação das pessoas num território por tempo indeterminado.

Mas esse estilo de vida não acabou para todos. Inspirados em seus ancestrais, os nômades escolhem levar um estilo de vida sem apegos terrenos. Quer saber como eles vivem?




O estilo de vida nômade tem diversas variáveis e cada um escolhe aquela com que melhor se adapta. Alguns vivem da caça, pesca e coleta de alimentos onde quer que estejam e quando há necessidade, deslocam-se para procurar melhores condições de vida.

Outros são viajantes itinerantes trabalhando online ou então em troca apenas da própria comida ou hospedagem. Sua ideia é consumir e viver com menos e para eles isso significa viver melhor.

Por isso hoje vamos apresentar 3 lições que você pode aprender com o estilo de vida dos nômades.

 

Menos Bagagem e Mais Liberdade

Os nômades não passam horas arrumando malas. Afinal, quanto menos você tem mais fácil escolher o que vai levar. Eles possuem o básico e geralmente conseguem carregar tudo o que têm numa mochila.

A ideia principal é o desapego, portanto quanto menos bens materiais melhor. E isso não é por acaso. O desapego dos bens é uma das formas de se desvincular de um local fixo. Assim, quanto menos bagagem mais liberdade.



Economia, Organização e Sustentabilidade

A ideia de desapego perpassa todos os aspectos da vida dos nômades. Dessa forma, o consumismo não faz parte dessa realidade. Dinheiro e gastos são para itens essenciais, além do mais os nômades não costumam ganhar muito.

Por levar um estilo de vida mais austero são econômicos e sustentáveis, evitando desperdícios e reutilizando tudo o que for possível.

Outro fato interessante é que alguns nômades costumam juntar todo dinheiro que podem, até mesmo pela natureza incerta de seu estilo de vida e assim estes sempre têm recursos para necessidades.

Isso tudo resulta numa melhor organização. Por quê? Porque o objetivo de suas vidas não é o acúmulo, dessa forma eles não perdem o controle do que têm.

 

Tempo De Qualidade Para Si Mesmo

Esse é o maior e melhor benefício.

Quando se possui muitos bens materiais você perde tempo pensando nessas coisas. Ao contrário, quando se tem pouco a gestão é simples.

Assim, os nômades aproveitam seu tempo com o que é realmente valioso e lhes dá prazer. Quando se tira a atenção dos bens materiais a felicidade pode passar a ser uma prioridade maior.

Conectar-se à natureza, estar com amigos e familiares, aprender algo novo e se entregar de vez àquilo que te faz bem.

 

Por mais que se abnegar a uma vida de desapego tão extrema quanto à dos nômades seja fora da realidade para a maioria de nós, podemos aprender muito do seu estilo de vida. O desapego pode ser colocado em prática por se diminuir o consumo em nosso cotidiano, por exemplo.

Essa prática, além de benéfica para nós mesmos é sustentável e socialmente saudável. Entender o estilo de vida dos nômades pode ajudar na reflexão de como o consumo determina nossas vidas.

Que tal aprender com os nômades e colocar em prática a diminuição do consumismo no dia a dia?